Mulheres que mudaram a tecnologia

Que as mulheres são responsáveis por grandes feitos e revoluções nós já sabemos, mas já que amamos tech, vamos citar cinco mulheres que protagonizaram mudanças e desenvolvimentos fundamentais para os caminhos do setor de TI.

Ada Lovelace (1815-1852)

A primeira pessoa a escrever um código de programação do mundo foi Ada Lovelace. Matemática e escritora britânica, ela desenvolveu o primeiro algoritmo a ser processado por uma máquina.

O algoritmo desenvolvido pela cientista em 1842, só foi utilizado mais de cem anos depois de sua morte. Entretanto, tal algoritmo foi responsável por conseguir calcular os “números de Bernoulli” que, de forma bastante resumida, são números utilizados no princípio matemático que estabelece a relação da velocidade de um fluido com sua pressão. Girl power que fala?

Mary Kenneth Keller (1913-1985)

A freira Mary Kenneth Keller, além de ter sido a primeira mulher a receber um doutorado em ciências da computação da Universidade Washington, localizada em St. Louis, Estados Unidos, também foi fundamental no processo de desenvolvimento da linguagem BASIC. 

Era evidente a tentativa de contribuição social por parte da irmã Mary, a linguagem BASIC, por exemplo, foi desenvolvida para fins didáticos e fora utilizada por décadas. Com um compromisso didático intrínseco a sua carreira, Keller também possui quatro livros publicados, todos ainda são considerados referência na área de computação e programação.

As contribuições da cientista não pararam por aí, ela também fundou o departamento de Ciências da Computação na Universidade de Clarke, Estados Unidos, Keller atuou até o fim de sua vida, em 1985.

Frances Allen (1932-2020)

Allen foi a primeira mulher a ganhar o prêmio Turing Award, conhecido como prêmio Nobel do setor de TI. A programadora trabalhou por 45 anos na IBM, empresa onde protagonizou muitos dos avanços no setor de tecnologia. Allen desenvolveu também, por exemplo, algumas das principais bases de sistemas de otimização de código e paralelização. Isso permitia que softwares avançados rodassem de forma mais otimizada em computadores mais obsoletos de maneira melhor até mesmo nos computadores mais fracos.

Como se não fosse pouco, a cientista da computação também foi responsável por criar um dos primeiros sistemas de segurança da Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA). Esse trabalho atribuiu à carreira de Allen o protagonismo nos sistemas de segurança do setor de TI. 

Hedy Lamarr (1914-2000)

Mãe do Wi-Fi como é popularmente conhecida, Hedy nunca permitiu que limitassem sua carreira apenas à beleza. Durante a Segunda Guerra a inventora, juntamente a George Antheil, ajudou a desenvolver um aparelho que visava interferir na comunicação do exercito nazista, interferendo nas ondas de rádio e prejudicando os radares. 

Lamarr descobriu que quando o emissor e o receptor alteravam constantemente a frequência, apenas eles poderiam se comunicar sem se preocupar com a intercepção inimiga. A atriz desenvolveu um sistema de comunicações para as Forças Armadas dos EUA que, além de interceptar as mensagens inimigas, também serviu como base para a invenção do Wi-Fi e telefonia celular.

Programadoras do ENIAC (1946)

O primeiro computador do mundo, ENIAC, abreviação de Electronic Numerical Integrator and Computer foi projetado para calcular tabelas de artilharia do exército dos Estados Unidos e era configurado por seis mulheres: Adele Goldstine, Betty Snyder, Fran Bilas, Kay McNulty, Marlyn Wescoff e Ruth Lichterman. O supercomputador ficava na Escola de Engenharia Moore, no estado da Pennsylvania, Estados Unidos. As moças lidavam todos os dias com um hardware de 80 toneladas e mais de três mil interruptores e botões que o ligavam, todos os comandos eram realizados manualmente.

You May Also Like

About the Author: going2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *